ALIMENTE SEU CONHECIMENTO - FÓRUM DE INFORMAÇÕES E NOTÍCIAS RELACIONADAS A ALIMENTOS E SEUS FABRICANTES


Tópico oficial sobre Astronomia

Compartilhe
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Sab Out 11, 2014 12:05 am

SKY1968 escreveu:
Tandra escreveu:caramba sky, curti demais essa sua postagem. Trouxe um outro ponto de vista interessante. Mas, me diz qual a sua opinião sobre isso??

Minha opinião é que apesar de eles acharem, não sabem muito sobre o Universo ainda...Imagina eu!! rsrsrs

Agora o mestre SH  fala em buracos marrons.. Wink

Estamos engatinhando ainda.

kkkkkkkkkkkk verdade estao tão longe de descobrirmos 1% de tudo que precisamos saber para se ter uma ideia mínima de como tudo acontece e/ou aconteceu.

No mais... adorei as votos Victor, vou procurar algumas aqui para contribuir


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Dom Out 19, 2014 7:46 pm



estrela condena, que vai virar uma super nova



estrela prestes a explodir











nebulosas









avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Dom Out 19, 2014 7:58 pm





planetas







venus





por hoje chega.. tem muita imagem bacana, dps posto mais

iriss

Mensagens : 33
Data de inscrição : 29/08/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por iriss em Dom Out 19, 2014 8:01 pm

O universo é lindo demais, tandra e vitor, as imagens são lindas mesmo.
Segue minha contribuição.


8 curiosidades sobre o Sistema Solar

1 - Saturno não é o único planeta com anéis

Saturno é famoso pelos seus belos anéis, constituídos por rochas, gelo e outras partículas. Mas na verdade todos os planetas maiores do Sistema Solar também possuem anéis. Em Júpiter e Netuno, esses anéis não podem ser vistos a partir do nosso planeta. Urano tem 9 anéis brilhantes ao seu redor, também dificilmente vistos pela distância do nosso planeta.

2 – A Terra não é o único “planeta terrestre”

São considerados planetas terrestres aqueles formados principalmente por rochas e metais, com uma superfície sólida e sem a presença de anéis. Os 4 planetas mais próximos do Sol se encaixam nessa categoria: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

3 – Mercúrio não é o planeta mais quente

Apesar de estar mais próximo do Sol, Mercúrio não é o planeta mais quente do Sistema Solar. Esse título pertence a Vênus, que possui uma atmosfera densa o suficiente para reter o calor do Sol melhor do que Mercúrio. A temperatura da atmosfera de Vênus chega a incríveis 460°C, contra 420°C de Mercúrio.

4 – Gigantes de gás e gelo

Se os quatro primeiros são considerados planetas terrestres, os dois próximos são chamados de “gigantes de gás”. Júpiter e Saturno são compostos em grande parte por hidrogênio, hélio e metano, com um pequeno núcleo rochoso no seu interior. Urano e Netuno são também planetas gasosos, mas colocados muitas vezes em uma categoria separada chamada “Gigantes de gelo”. São os planetas mais frios do sistema e possuem maior concentração de substâncias voláteis em relação a Júpiter e Saturno.

5 – Vênus é o planeta “do contra”

Todos os planetas fazem o seu movimento de translação no sentido anti-horário. Quase todos fazem o movimento de rotação no mesmo sentido, exceto por Vênus, que por algum motivo decidiu girar no sentido contrário, em uma rotação “retrógrada”.

Isso significa que em Vênus o Sol nasce no Oeste e se põe no Leste, ao contrário do que acontece na Terra. Apesar de haverem algumas teorias para explicar o fato, a verdade é que até hoje o motivo de Vênus ter um movimento retrógrado é desconhecido. Outra curiosidade sobre Vênus é que seu movimento de rotação é extremamente lento. Vênus demora mais tempo para dar uma volta em torno de si mesmo (243 dias terrestres) do que em volta do Sol (224 dias terrestres). Isso significa que o dia é mais longo que o ano por lá.

6 – Os cinco planetas anões

Existem cinco planetas anões no nosso Sistema Solar. Planetas anões são grandes corpos que não limparam sua órbita o suficiente para serem considerados planetas, mas ao mesmo tempo não são considerados satélites naturais, como a Lua. Um desses planetas você conhece: Plutão. Os outros são Ceres, Eris, Haumea e Makemake

7 - Júpiter, nosso protetor

Júpiter é conhecido por ser o maior planeta do nosso Sistema Solar, e é exatamente essa característica que o torna tão importante para nós. Com sua força e tamanho, Júpiter serve como uma barreira poderosa que protege a Terra de lixo espacial. Júpiter é capaz de puxar objetos perigosos na sua órbita antes que eles cheguem até nós.

8 – Plutão é menor do que você imagina

Dependendo da sua idade, é possível que você tenha aprendido na escola que Plutão é um dos 9 planetas do Sistema Solar. O debate sobre o status de Plutão é bem antigo, mas desde 2006 ele não é mais considerado um planeta pela comunidade científica. A verdade é que Plutão é realmente muito pequeno. Sua massa e seu tamanho já foram recalculados diversas vezes, mas cálculos mais recentes apontam que Plutão tenha apenas 0,24% da massa da Terra. Isso significa que ele tem massa menor que os satélites naturais Ganimedes, Titã, Calisto, Io, a Lua, Europa e Tritão.

avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Poseidon em Dom Out 19, 2014 8:53 pm

As imagens sem dúvida são de tirar o folego, pena que estou pelo celular, caso contrário eu também iria contribuir. Ja salvei aqui algumas fotos, para usar como plano de fundo. Muito bom tópico


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Seg Out 20, 2014 9:40 pm

Galera vai ter chuva de meteoros hj às 23:00 a direção melhor para ver vai ser olhando a constelação de orion, ou tb conhecida por constelação das 3 Marias. Poderá ser visto a olho nú.


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
victor andrade

Mensagens : 352
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por victor andrade em Ter Out 21, 2014 9:10 am

Não consegui achar, vc conseguiu ver??
avatar
Cachorro Louco

Mensagens : 186
Data de inscrição : 16/10/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Cachorro Louco em Seg Out 27, 2014 2:47 pm

Suécia foi palco de uma das maiores trombadas cósmicas do Sistema Solar

De acordo com o Daily Mail, um estudo publicado por pesquisadores do Centro de Astrobiologia de Madri, na Espanha, revelou que a Suécia foi palco de uma das maiores trombadas cósmicas da história do Sistema Solar. A catástrofe teria ocorrido há 458 milhões de anos, e envolveu o impacto não de um, mas de dois asteroides que viajavam juntos pelo espaço! Segundo o Daily Mail, alguns especialistas especulam que as consequências desse impacto foram dramáticas para os ecossistemas e o clima da Terra, culminando, mais tarde, em uma explosão de biodiversidade no período Ordoviciano.

Colisão dupla

De acordo com os cientistas responsáveis pelo estudo, o impacto ocorreu como resultado de uma gigantesca colisão que ocorreu no cinturão de asteroides localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter, isso 12 milhões de anos antes do impacto aqui na Terra. Durante esse evento, um asteroide de 200 quilômetros se rompeu, espalhado grandes pedaços de seu corpo pelo Sistema Solar.

Eventualmente, dois desses fragmentos cruzaram o caminho com a órbita terrestre, atingindo uma região na Escandinávia que, na época, ficava submersa sob uma camada rasa de mar. Conforme explicaram, o impacto duplo provocou a formação da cratera Lockne — com 7,5 quilômetros de diâmetro — e da cratera Malingen (com 700 metros), localizadas a apenas 16 quilômetros de distância uma da outra.




Viagem acompanhada

s duas formações se encontram na região central da Suécia, e a equipe de pesquisadores, além de mapear o anel de destroços formado pela pancada, fez algumas perfurações nas crateras para analisar os sedimentos e as alterações resultantes do impacto. De acordo com o estudo, a cratera Lockne foi criada por um objeto com 600 metros de diâmetro, enquanto a Malingen foi formada pelo impacto de um asteroide menor, com cerca de 150 metros.

Segundo informações da NASA, aproximadamente 15% de todos os asteroides viajam “acompanhados” pelo Universo. No entanto, crateras provocadas por impactos duplos são muito raras aqui na Terra. Das 188 conhecidas, os cientistas acreditam que apenas 10 — localizadas na Alemanha, Finlândia, Brasil, Rússia e Canadá — foram criadas pelo impacto de asteroides que viajavam juntos.
avatar
Laerte

Mensagens : 257
Data de inscrição : 11/10/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Laerte em Qua Nov 05, 2014 8:22 pm

12 eventos que formaram a Terra como a conhecemos12 eventos que formaram a Terra como a conhecemos

1 – A formação da Terra

É muito difícil determinar a idade exata do globo terrestre, já que nenhuma rocha da época em que o planeta começou a se formar sobreviveu até hoje. Embora os cientistas continuem discordando uns dos outros com relação a uma série de detalhes, a maioria dos pesquisadores concorda que a Terra parece ter se formado a partir de uma série de colisões que aconteceram menos de 100 milhões de anos após o sistema solar se estabelecer.



Mais de dez impactos com outros corpos acrescentaram volume ao nosso planeta crescente, de acordo com a maioria dos modelos da formação terrestre. Por meio do estabelecimento das rochas da Lua e de meteoritos encontrados por aqui, os cientistas estimam que a Terra se consolidou cerca de 4,54 bilhões de anos atrás. Nosso novo corpo havia estabelecido uma atmosfera e um núcleo de ferro quando uma última colisão mudou tudo.

2 – Colisão com a Lua

O último grande impacto determinante para a formação da Terra foi com Theia, um planetoide rochoso com quase o mesmo tamanho que Marte. Esse protoplaneta bateu de raspão no globo terrestre, deixando nosso planeta praticamente intacto, mas destruindo a si mesmo e eliminando a nossa atmosfera. Os detritos vaporizados de Theia então se condensaram, formando o que hoje conhecemos como a Lua.



Alguns pesquisadores acreditam que restos da Terra pré-colisão ainda existem nas profundezas do Manto terrestre e nas porções mais externas do nosso núcleo. Para quem não sabe, o Manto é a camada posicionada entre a crosta da superfície e o núcleo do planeta.

3 – Esfera de magma

A força do impacto que formou a Lua transformou a Terra em uma grande bola de magma. As condições infernais fizeram com que, por algum tempo, o planeta apresentasse similaridades com Vênus por conta de sua atmosfera nublada e vaporosa.



Quando a Terra começou a se resfriar, no entanto, a lava se transformou em rocha e água líquida passou a se condensar, dando origem ao primeiro oceano do planeta. Os minerais mais antigos encontrados no globo terrestre, chamados zircônios, são datados como vindos dessa época e possuem 4,4 bilhões de anos de idade.

4 – Os primeiros continentes

Hoje, a Terra é completamente coberta por gigantescas placas tectônicas de crosta continental e oceânica. No entanto, as primeiras placas tectônicas do planeta eram muito menores, formadas por rochas vulcânicas recicladas que haviam sido rederretidas ou enterradas e transformadas em rochas metamórficas.



Esses grandes cinturões metamórficos, aliás, costumam conter ricos depósitos de ouro, prata, cobre e outros metais preciosos. Os pesquisadores acreditam que a nova crosta terrestre cresceu rapidamente e 70% dela já estavam formados há cerca de 3 bilhões de anos. Junto aos primeiros continentes, os marcadores iniciais de vida no planeta apareceram 3,8 bilhões de anos atrás.

5 – Sopros de vida

Vindas com o surgimento da fotossíntese, as primeiras doses de oxigênio surgiram por entre as rochas há cerca de 3,5 bilhões de anos. Ainda que essencial para a vida como a conhecemos hoje, os cientistas definem o surgimento do processo de formação do gás como uma das primeiras catástrofes ecológicas da Terra.

O oxigênio que era criado pelas cianobactérias – também conhecidas como algas azuis – tornava a atmosfera terrestre venenosa para a forma de vida então dominante: os micróbios anaeróbicos que evoluíram na ausência do gás. O acúmulo de oxigênio oxidou o ferro nos oceanos e formou camadas de rochas enferrujadas chamadas de formações de ferro bandado.



Quando o ferro oceânico finalmente se esgotou, os níveis de oxigênio na atmosfera subitamente dispararam por volta de 2,4 bilhões de anos atrás, um evento que ficou conhecido como Grande Crise de Oxigenação.

6 – Muito, MUITO tédio

Após o aumento repentino dos níveis de oxigênio, nada de muito significativo aconteceu na Terra por cerca de 1 bilhão de anos. O planeta ficou tão parado que os cientistas resolveram chamar esse espaço de tempo de “o bilhão tedioso”. A calmaria também se estendia às placas tectônicas, de forma que os continentes também passaram a maior parte do período em um engarrafamento supercontinental.

Muitos pesquisadores acreditam que há uma relação direta entre a falta de atividade tectônica e o bilhão tedioso como um todo. Dessa forma, a evolução da vida terrestre precisava de um empurrãozinho dos continentes para superar a fotossíntese e dar origem aos primeiros organismos complexos.



7 – Supercontinentes

A Terra já esteve coberta por grandes reuniões de continentes, chamadas de supercontinentes, várias vezes ao longo de sua história. O mais famoso deles, chamado Pangeia, foi o local que abrigou o surgimento dos dinossauros, mas não foi o primeiro desses grandes conjuntos a surgir.

Pesquisadores acreditam que os primeiros continentes do planeta também foram unidos e separados várias vezes. Os restos de antigos cinturões montanhosos ajudam os pesquisadores a estabelecer como os continentes se encaixaram uns nos outros no passado, como se fossem partes de um grande quebra-cabeça que muda cada vez que é concluído e desmontado.



8 – Dando um gelo

O bilhão tedioso chegou ao seu fim quando um grande supercontinente se rompeu há cerca de 750 milhões de anos, dando início a um massivo resfriamento global conhecido como “Terra bola de neve”. Esse modelo sugere que o planeta se tornou uma esfera nevada inconsistente, quase completamente coberta por geleiras.

As erupções vulcânicas e desagregações rochosas que acompanharam o rompimento do supercontinente fizeram com que o dióxido de carbono fosse aprisionado, causando uma massiva queda de temperatura pelo mundo inteiro. Geólogos encontraram evidências de geleiras em todos os continentes que já existiam na época – até mesmo aqueles localizados em latitudes tropicais



9 – Explosão da vida

Os níveis de oxigênio na atmosfera começaram a subir novamente há cerca de 650 milhões de anos, quando os primeiros animais surgiram. Os seres vivos com partes rígidas apareceram durante o período Cambriano, 545 milhões de anos atrás. Os pesquisadores discordam dos motivos dessa explosão de vida, mas muitos acreditam que uma combinação de fatores impulsionou esse salto de organismos unicelulares para criaturas complexas.

A separação dos continentes, por exemplo, fez com que uma onda súbita de nutrientes invadisse os oceanos ao mesmo tempo em que abriu novos habitats. Dessa forma, uma grande disputa evolutiva se propagou quando os animais começaram a atacar uns aos outros e a se proteger de predadores.



10 – Extermínios em massa

A Terra já foi afligida por várias extinções massivas desde o período Cambriano, mas o maior registro de fósseis vem do período Permiano, há cerca de 252 milhões de anos. Os cientistas estimam que mais de 90% dos seres vivos do planeta morreram em um espaço de 60 mil anos – número comparável aos 85% durante a extinção dos dinossauros no final do Cretáceo, 66 milhões de anos atrás.

Mesmo com o montante de cadáveres elevado, o principal suspeito para o extermínio no Permiano não foi um impacto de meteorito, mas sim uma gigantesca erupção vulcânica na Sibéria. Cientistas acreditam que o enorme fluxo de lava criou condições de gases tóxicos de efeito estufa.



Elementos químicos em velhas rochas também registram extinções em massa devido a simples mudanças climáticas. Um desses exemplos é datado de 450 milhões de anos atrás, quando mais de 75% das espécies marinhas morreu por conta de uma grande era do gelo.

11 – Falando em gelo

Ao longo de sua história, a Terra passou a maior parte do tempo livre de grandes quantidades de gelo, com apenas cinco grandes Eras Glaciais registradas. Cerca de 2,6 milhões de anos atrás, amplas camadas de gelo começaram a ir do ártico para o resto do hemisfério Norte.

Esse tipo de geleira costuma avançar durante os períodos glaciais mais frios e se retrair quando o planeta passa por épocas mais quentes, conhecidas como interglaciais. O espaço de tempo interglacial atual teve início há cerca de 11.500 anos e ninguém sabe ao certo quando pode acabar.



12 – Era do plástico

Embora a maior parte do tempo que se passou desde o surgimento dos seres humanos tenha sido dominado pelo gelo, os pesquisadores futuros provavelmente vão nomear a era atual como o período Plastíceno. Muitos cientistas acreditam que nós já consolidamos nossa mensagem para os tempos vindouros por meio do nosso lixo plástico.

Pequenos pedaços de plástico podem ser encontrados em qualquer lugar na Terra, desde o gelo no Ártico até os oceanos, e parte desses dejetos já se converteram em um tipo de rocha chamado de plastiglomerado. É provável que esse material já tenha se esmigalhado em direção ao esquecimento daqui a 1 milhão de anos, mas os cientistas certamente ainda poderão detectar sua distinta assinatura química.



fonte
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Mazikamno em Qua Nov 05, 2014 8:34 pm

Interessante esse texto, Laerte, existem alguns pontos que mostram um outro lado da cosmogênese que eu não conhecia. Obrigado por compartilhar.
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Qui Nov 06, 2014 9:22 am

ótima matéria laerte.

Essa vai para o mazi e claro para todos tb rs

O quasi-satélite da Terra



Quai satélites surgem e ficam alguns anos orbitando a terra, influenciando e sendo influenciados pelo nosso campo gravitacional. Depois, vão embora. É o caso do 2014 OL339, descoberto em julho por pesquisadores da Universidade de Athabasca, no Canadá. Ele orbita próximo da Terra há 775 anos e deve continuar por perto mais uns 165.
Mas como assim quasi-satélite? Trata-se de um objeto cuja órbita é compatível com a de um planeta. Funciona assim: o tempo que o 2014 OL339 leva para cruzar a órbita inteira é praticamente igual ao que a Terra leva para dar uma volta no Sol. Ou seja, um ano. Nesse caso, a ressonância orbital do quasi-satélite é de 1:1 em relação à Terra. Mas também podia ser 2:1 (se levasse o dobro do tempo) ou 1:2 (se levasse a metade). O “circulo” azul na imagem representa o objeto.
Ok, mas por que então não chamamos o tal asteroide de satélite e pronto? É que o 2014 OL339 não gira em volta da Terra como faz a Lua. Ele gira em torno do Sol numa trajetória elíptica e um pouco inclinada em relação à órbita da Terra. Mas, por causa de seu movimento, fica parecendo que o 2014 OL339 está mesmo dando voltas no nosso planeta. O que é bizarro porque ele é um asteroide e normalmente a gente acha que asteroides viajam bem rápido pelo universo. Quem vê da Terra, não vai ver o 2014 OL339 rasgar o céu.

Por causa disso, esse quasi-satélite se torna uma boa possibilidade de exploração especial para nós, terráqueos. Como ele vai ficar aqui perto mais 165 anos, não é muito absurdo imaginar que isso é possível. Ah, e pode ficar tranquilo: não há nenhuma chance de esse asteroide desandar da órbita e nos destruir.

fonte


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Mazikamno em Sex Nov 07, 2014 7:26 am

Tandra, nem imaginava que existiam esses quasis, ou então esse conceito. Tem doutrina que afirma que existe outro satélite formado da mesma matéria que a Lua, fragmentos do mesmo pedaço que formou a Lua, porém não exerce tanta influência quanto a própria Lua.
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Poseidon em Sex Nov 07, 2014 7:44 am

Mazikamno escreveu:Tandra, nem imaginava que existiam esses quasis, ou então esse conceito. Tem doutrina que afirma que existe outro satélite formado da mesma matéria que a Lua, fragmentos do mesmo pedaço que formou a Lua, porém não exerce tanta influência quanto a própria Lua.

Todos pensavam que eram outro lua, mas, viram que não. Isso até foi divulgado como sendo uma segunda lua da terra, exatamente por ela orbitar praticamente junto ao nosso planeta. Porém depois descobriram que era esse quasi satélite que a tandra se referiu acima.

Estima-se que tenhamos mais dois, mas, ainda nao da para dizer ao certo.


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Mazikamno em Sex Nov 07, 2014 8:13 am

Poseidon escreveu:Todos pensavam que eram outro lua, mas, viram que não.  Isso até foi divulgado como sendo uma segunda lua da terra,  exatamente por ela orbitar praticamente junto ao nosso planeta.  Porém depois descobriram que era esse quasi satélite que a tandra se referiu acima.

Estima-se que tenhamos mais dois, mas, ainda nao da para dizer ao certo.
Mais dois quasi-satélites?

Bem, vamos concordar que nada pode ser levado como verdade absoluta, principalmente nestes casos de criação, existem diferentes teorias. 

Por exemplo, existe uma teoria, e ela não é negada, de que a Lua é feita da própria Terra, de pedaços da própria Terra, ao contrário do texto postado por Laerte que fala que a Lua vem da condensação dos detritos vaporizados de Theia, após o grande impacto com a Terra. Segundo esta outra teoria, deste impacto dois pedaços surgiram, um, o maior, era a própria Lua que passou a orbitar a Terra e outro, o menor, teria voltado a se chocar com a Terra formando as massas continentais.

Editado: modifiquei algumas coisas para melhorar o entendimento.
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Poseidon em Sex Nov 07, 2014 9:01 am

Essa da divisão da Lua e terra de fato eu ja li não sei aonde. Olha esse trecho que peguei aqui no Globo

"A Terra girava numa velocidade muito mais elevada quando a Lua se formou e um dia durava apenas duas ou três horas, explicaram as cientistas. Com a Terra girando tão rápido um impacto pode ter arrancado um pedaço do planeta grande o suficiente para formar o satélite.

De acordo com a nova teoria, a Terra foi desacelerando até atingir a sua atual velocidade de giro, por meio de interações gravitacionais entre a órbita da Lua ao seu redor e a sua própria órbita ao redor do Sol."

Teorias tem inúmeras, por isso, nada relacionada com o cosmos deve ser tido como verdade absoluta, agora  pensa se toda nossa teoria de criação do universo daqui uns 200 anos fosse por agua a baixo? Sugiro que vc veja um dos vídeo sobre a teoria das cordas que o sky postou na primeira pagina desse tópico são poucos minutos, mas, é uma explicação fantastica


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Crixus

Mensagens : 335
Data de inscrição : 13/08/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Crixus em Sex Nov 07, 2014 9:08 am

So agora que fui prestar mais atenção nesse tópico, vi alguns vídeos do sky de fato esse da teoria das cordas é ótima. Sobre a quasi lua, eu nem imaginava que isso fosse possível, para mim que era so uma e pronto. Mas, pelo o que eu entendi essa quasi lua que tem na terra não só não é tida como nosssa lua por que ela não orbita fazendo seus movimentos ao redor da terrra e sim ao redor do sol, mas, coincide que ela faz os movimentos praticamente no mesmo tempo que o nosso, é isso memso?!
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Mazikamno em Sex Nov 07, 2014 9:28 am

Pois é, são inúmeras teorias, por mais bem explicadas que sejam, por mais comprovadas que sejam, ainda assim são comprovadas com base no que tivemos até hoje.
 
E quem garante que o que temos hoje como tecnologia, é suficiente para nos dar as respostas corretas. Podemos  dizer que a tecnologia, a ciência está bem avançada usando como parâmetro o passado dos humanos, e olhe lá. Mas isso não significa que está avançada suficientemente para nos dar respostas concretas sobre o mundo, o universo.

Por isso quem afirma alguma coisa como "era assim, agora não é mais", como uma certeza absoluta, eu sempre fico na dúvida e sempre vou ficar.
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Sex Nov 07, 2014 9:43 am

Esse vídeo da teoria das cordas é ótimo. Inclusive em dado momento ele fala exatamente isso. Hoje olhamos para trás e notamos como todos viam o universo naquela época e acreditavam que aquilo era verdade, mas, acreditavam pq tinham embalsamento tecnológico para afirmar, a tecnologia que eles tinham na época era quem ditava o que era ou nao verdade. A nossa tecnologia avançou e muito e com base na tecnologia de hj vemos que antigamente eles estavam erradissimos. O que impede que da 500 anos ele nao vao rir de nós pelos conceitos que temos hj?


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Mazikamno em Sex Nov 07, 2014 9:50 am

Pois é, Tandra, nem cheguei a ver o vídeo, mas é o que eu penso também, hehe. Porém, sempre quando vejo, leio e ouço físicos e cientistas, eles estão na maioria das vezes tentando comprovar alguma coisa que determinadas religiões, filosofias e irmandades já mencionavam há milhares de anos atrás em suas escrituras, e quando conseguem chegar perto da comprovação ainda ganham notoriedade por isso. Poderia ser cômico mas não é, isso é trágico!

São coisas velhas, muito velhas, de milhares de anos, já ditas, e que os cientistas estão perdendo tempo buscando comprovação ou então descobrindo como uma novidade o que não é novidade alguma. Apenas estão traduzindo as escrituras para uma linguagem atual. Está na hora de começarem a contar algo novo.

Editado.


Última edição por Mazikamno em Sex Nov 07, 2014 1:13 pm, editado 1 vez(es)
avatar
victor andrade

Mensagens : 352
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por victor andrade em Sex Nov 07, 2014 10:13 am

Mudando um pouquinho o assunto, uma coisa que acho viajem total, mas, curto demais ver é o ALienigenas do passado. Tem muita coisa interessante, tudo bem, que tem matérias que parecem que eles fumaram um crack pesado. Mas, tem muita coisa coisa bacana, tipo quando falam sobre as piramides. O que vcs acham disso?? foi introversão alinigena ou não??
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Mazikamno em Sex Nov 07, 2014 10:42 am

victor andrade escreveu:Mudando um pouquinho o assunto, uma coisa que acho viajem total, mas, curto demais ver é o ALienigenas do passado. Tem muita coisa interessante, tudo bem, que tem matérias que parecem que eles fumaram um crack pesado. Mas, tem muita coisa coisa bacana, tipo quando falam sobre as piramides. O que vcs acham disso?? foi introversão alinigena ou não??
Eu não consigo negar a teoria desses caras. Eu posso não acreditar como eles acreditam, mas não sou louco de duvidar.

Sobre as pirâmides, existe uma teoria envolvendo aquele continente perdido de Atlântida, essa teoria diz que os povos de lá eram muito evoluídos(agora o que eles querem dizer com evolução eu não sei, se é espiritual, tecnológica, sei lá qual era); diante dessa evolução, eles ficaram sabendo que a Terra sofreria com um cataclismo(que na Bíblia é contado simbolicamente como o Dilúvio). Sabendo disso, alguns deles se refugiaram em regiões onde não seriam atingidos. Uma dessas regiões foi o Egito. Enfim, aquele continente foi pro pau, e muitos dos que restaram foram parar no Egito, e esse povo ali quis passar os conhecimentos através dos símbolos, as pirâmides, a esfinge, e talvez até mostrar que realmente eles eram de alguma maneira avançados.

Ou então vai saber se o Egito não é o que restou de Atlândida. Seria a mesma coisa que acontecer um cataclisma hoje, e sobrar alguns prédios e ó templo de Salomão do Edir Macedo, hehe. A Terra começaria do zero novamente, e todo mundo se perguntando como é que construíram aquelas obras.

Agora, isso são outras teorias, que quem dúvida é louco, hehe
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Sab Nov 08, 2014 7:44 am

Cara to com o mazi. Nao duvido de nada, mesmo achando que as vezes eles não batem bem da cabeça. Adoro esse programa, teve uma vez que vi estavam falando de Einstein que ele escreveu várias coisas dizendo que tinha recebido aquilo através de sonho, que uma voz falava em sonho para ele rs.

Eu acredito sim, seria o jeito mais fácil, embora, menos racional de explicar certas coisas que ate hj nossa tecnologia nao explica como foi construída, por exemplo as pirâmides. Como foram criadas? Como sairam tão precisa? Como eles fizeram elas e elas duram ate hj? Para mim isso teve intervenção superior.


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Tandra em Sab Nov 08, 2014 7:47 am

Colegas eu mais o borg estamos indo viajar agora, então possivelmente nao entraremos no forum esse final de semana. To avisando so para vcs nao assustarem se nao aparecemos por aqui. Bom final de se a todos.


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Poseidon em Dom Nov 09, 2014 3:20 pm

Não duvido, mas, tb nao acredito veemente. Gosto dessas teorias pq acaba abrindo um pouco da minha mente. Alguém poderia postar alguma matéria deles aqui para analisarmos. Alguém se habilita? Estou pelo cel não da para postar.


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Borg em Seg Nov 10, 2014 7:40 am

Alienígenas do passado força muito em algumas matérias.. tem que filtrar aquilo ali...

Mas aquelas matérias sobre os ovnis no Chile e na Argentina de um outro programa do History estão muito boas...



Alguém aqui já leu "Eram os deuses astronautas"???

Conteúdo patrocinado

Re: Tópico oficial sobre Astronomia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sab Jul 22, 2017 1:36 am