ALIMENTE SEU CONHECIMENTO - FÓRUM DE INFORMAÇÕES E NOTÍCIAS RELACIONADAS A ALIMENTOS E SEUS FABRICANTES


Livros(Tópico-Oficial)

Compartilhe
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por Poseidon em Ter Jun 02, 2015 3:22 pm

ixa sky, confesso que nem sei de que se trata os livros da sua lista, exceto o do sagan, que embora não sei do que se trata, tenho certeza que é bom, gosto bastante dele.

VOu fazer uma lista também.


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
SKY1968

Mensagens : 166
Data de inscrição : 31/08/2014

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por SKY1968 em Dom Jun 07, 2015 7:08 pm



Mais-um-pra-movimentar.

Rodrigo Melo

2 h · Editado ·

.

rio de janeiro, um punhado de sonhos num só, eu a caminhar por aquelas ruas imaginando que um dia gritaria tão alto quanto os caras no carrões, que um dia eu teria a cidade na palma da mão e tudo o mais que viesse no pacote. talvez eu ainda escreva sobre toda aquela merda, desde os empregos em ramos como auxiliar de mecânico de caminhão até virar um corretor em copacabana, mentindo a torto e a direito, sem nunca vingar: Valdemir, o mecânico sequestrador, seu valdirzinho, angela com sua lordose que nunca foi minha e aldo lomma, o dono de imobiliária mais maluco e desconfiado que já vi.
eu tinha um bloquinho naquela época e anotava pequenas historinhas, a maioria sem titulo. a essa, curiosamente, dei o nome de SHORT CUTS e estará, junto a varias outras anotações fuleiras, num livrinho que sai em breve, livro que nem imaginava lançar.

SHORT CUTS

Na vitrine de uma padaria em Ramos, Zona Norte do Rio de Janeiro, dezenas de copos de requeijão cremoso estão dispostos lado a lado, todos de cabeça pra baixo. Pergunto à moça atrás do balcão qual o motivo de estarem daquele jeito, mas ela não sabe responder.
- Fiquei curioso – digo, enquanto dou um gole no refresco de caju e olho para os seus seios.
- Também fiquei. Vou perguntar a atendente da noite quando ela chegar.
Tem entre vinte e cinco e vinte e oito anos, o rosto redondo, a negra raiz dos cabelos a contrastar com um loiro artificial. Os seios são enormes. Uma aliança reluz num dedo da mão esquerda.
Atrás dela, debruçada sobre a pia, uma senhora lava pratos, copos e xícaras. Usa uma touca na cabeça e um avental da cor de um velho mata-borrão. Olho para os salgados na vitrine, abandonadas coxinhas, esquecidos pastéis, e eles não têm uma cara boa, estão ressecados e endurecidos. Talvez estejam ali há dias, mas é quase certo que alguém os comerá. Não há muitas opções por perto. Na parede à minha frente, debaixo de uma imagem de Santa Bárbara, um pôster do filme Velozes e Furiosos 5 – os marmanjos encostados em um carro, os braços cruzados, a me encarar. Ao fundo, em alto relevo, o Pão de Açúcar.
- Deve ter alguma função – falo, ainda me referindo aos copos de requeijão.
- Tem nada – a senhora debruçada sobre a pia responde. – o dono é meio doido, deve ter sido ele...
As duas sorriem e eu também, ainda a olhar para os seios da falsa loura, mas ela finge não notar. Pago o refresco, recebo um chiclete como troco e desço as escadas. Alcanço a rampa que leva à passarela 12, a passarela que liga os dois lados do bairro que a Avenida Brasil corta ao meio, na quarta-feira que precede o feriado da Semana Santa. Um sol de matar. Por debaixo dos meus pés, os velhos caminhões gritam com seus pneus recauchutados, os carros e os ônibus também seguem, todos lotados rumo a algum lugar distante da selva que engole e destrói. Debaixo de um viaduto, os fumadores de crack observam as quatro ou cinco viaturas que passam cuspindo fogo em direção ao Complexo da Maré. Uma ambulância aparece logo depois. Uma morena bonita dirigindo um Citroen.
Ao dobrar a esquina, vejo o galpão com cinco ou seis sujeitos sentados no passeio, descansando do almoço. Um deles fuma. Acima de suas cabeças há uma placa: Alligator Munck, remoções, içamentos e transportes de materiais pesados. O símbolo no meio da placa, o desenho de um gancho de munck, é o mesmo que tenho nas costas do meu macacão


_________________

My-left-eye...
Always-looking-for-something-under-the-hazy-sky...
avatar
montanha

Mensagens : 40
Data de inscrição : 28/01/2015

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por montanha em Qui Jun 11, 2015 3:13 pm

E sobre o 50 tons de cinzas?? Estou pensando em da para minha namorada no dia dos namorados. Quem leu achando que é um bom presentE?
avatar
SKY1968

Mensagens : 166
Data de inscrição : 31/08/2014

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por SKY1968 em Qua Jan 13, 2016 7:34 pm

OI pessoal.Faz um tempo hein...rsrs
Desejo um belo 2016 a todos.segundo semestre de 2015 foi de muito trabalho e leitura em papel.Deixei tablet,PC e etc relativamente encostados..
Li muito mais livros nesse período...Factótum e Mixto Quente de C. Bukovski ; Tanto Faz de Reinaldo Moraes ; Fup de Jim Dogge ; Os nus e os mortos de Norman Mailer; A crônica dos Wapshot de John Cheever entre outros que não me lembro agora.O último que finalizado ontem foi Os desgarrados de William Faulkner.Mas destaco aqui 3 livros que Acho que todos deveriam ler.São eles: O Deserto dos Tártaros de Dino Buzatti ; O Apanhador no Campo de Centeio de JD Salinger e Notas do Subterrâneo de Dostoievski.Cada um eh maravilhoso a seu modo,seja provocando,questionando,alertando ou mostrando que por mais que as estradas estejam obstruídas podemos continuar seguindo.
Minha leitura atual eh Ratos e Homens de John Steinback.Um livro curto que nara o drama de dois sujeitos na época da grande recessão americana.Um belo livro.

Um grande abraço a todos


_________________

My-left-eye...
Always-looking-for-something-under-the-hazy-sky...
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por Tandra em Qui Jan 14, 2016 9:38 pm

Olá sky, tudo bem? Faz um tempo mesmo, nesses últimos meses passamos a movimentar mais a sessão de debates diversos, essa ficou mais esquecida.

Ótimas indicações, o apanhador no campo de centeio eu começei a ler, mas, na época não estava preparada para ele, parei no meio do livro, mais de 7 anos se passaram, agora da pra voltar a lê-lo rs.

Feliz ano novo para tb.


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Cachorro Louco

Mensagens : 186
Data de inscrição : 16/10/2014

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por Cachorro Louco em Dom Fev 07, 2016 6:13 pm

O apanhador no campo de centeio é muito bom cara, já li duas vezes. Indico para quem gosta de livro com enredos bem bolados.
avatar
victor andrade

Mensagens : 352
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por victor andrade em Sex Fev 26, 2016 3:26 pm

Esse livro é muito bom.

avatar
SKY1968

Mensagens : 166
Data de inscrição : 31/08/2014

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por SKY1968 em Ter Abr 12, 2016 6:47 pm

Outros já passaram ..."vermelho e o negro " de Sthendal ; "Por que os sinos dobram"  Ernest Hemingway ;  "Meridiano de Sangue" de Cormac McCarthy ; "O grande Gatsby"... Todos fabulosos mas de McCarthy  e bastante singular...ė como se sangue escorresse de sua narrativa, que eh uma prosa com grandes fragmentos de poesia...Ė diferente. Smile

Uma pena que o fórum desandou.Mas sempre Voltarei aqui para postar alguma coisa.Se quiserem saber mais sobre algum desses livros eh só perguntar. Abraços!   Me despeço com esse pequeno conto...

"Era um sábado de manhã.Um dia como hoje, lembrava-se ele.Agora, sentado na "poltrona do papai" ressuscitava uma sobra de vinho branco que jazia na geladeira.Aquele sábado tomava de assalto seu pensamento trazendo consigo um verde uva para banir o cinza que pairava sobre suas expectativas.Era o vinho retribuindo por ver-se salvo de um final indigno.Aquele era o primeiro sábado depois que a diarista fôra dispensada, recordava.Sinal dos tempos.Acordou desanimado pq sabia o que lhe aguardava.Era dia de faxina.Ele não estava acostumado com aquilo.Seria um dia longo,pensou.Após uma generosa dose de 200 ml de cafeína tratou de encarar seu destino.Escolheu começar pelo que lhe parecia o pior: lavar o banheiro.Material à mão, lancou-se na empreitada.Para sua surpresa posterior(pq naquele momento, absorto que estava, não se deu conta), as escovadas , esfregadas, enxugadas e tantos outros "adas" que possam ter cabido naquela assepsia, pegou-se a filosofar consigo mesmo.Havia uma mensagem ali.E muito clara, convencia-se ele.Em sua digressao interna vasculhava os mais longínquos grotões de sua existência.Buscava o embrião precípuo, e arriscava-se , enquanto esfregava o desinfetante na cerâmica, construir uma enorme passarela metafisica através da qual transitava recuperando instantes de sua vida que há muito estavam enterrados.Durante o trajeto, expandia-se.Tornava-se o deus de si mesmo.Aquele que interrompe o tempo apenas para apreciar sua criação.Uma criação bastante imperfeita.Pq a ordem nasce do caos.Pq assim ele escolhëra.E nesse lapso, enquanto passava do chão , agora limpo, para tratar da desinfecção do vaso sanitário, trouxe de volta o Big Bang.Refez, observando com critério analítico , o desdobramento de cada partícula oriunda da singularidade após a explosão rumo ao infinito.E viu que o infinito nada mais era que aquele momento.Ou outro momento qualquer.Uma tarefa doméstica, o prêmio Nobel, a viajem a lua, o maior de todos os livros , Roma destruída, a invenção da roda, a cura do câncer, ou o simples ato de sorver um vinho meio passado num sábado à tarde.Não importa.O tudo é gemeo univitelino do nada.E esse absurdo cabe no atimo que se repete eternamente obedecendo a sabe-se la que lei primordial.Quaisquer dessas coisas, as atividades humanas, , no contexto hiper amplificado do universo, ė menos que pó. E então ele percebeu que tudo isso tinha uma enorme e triste beleza.E ao terminar com o banheiror pensava de si para si que não vale a pena corroer-se por nada.Juntou o material de limpeza e encaminhou-se para a área de serviço à fim de guarda-lo.Antes disso parou na sala e ligou a TV no canal de rock."Back on the chain gang" do Pretenders invadiu o apartamento.Ele deu um grande suspiro ,um resumo de tudo o que aquela canção lhe trazia.E com os olhos a cintilar ,dois sobreviventes de um tempo mágico, rumou para a cozinha a fim de preparar o almoço...o combustível do corpo.Pq o alimento da alma, esse já havia sido servido e degustado.No banheiro.Num sábado de manhã."


Última edição por SKY1968 em Ter Abr 12, 2016 7:24 pm, editado 1 vez(es)


_________________

My-left-eye...
Always-looking-for-something-under-the-hazy-sky...
avatar
SKY1968

Mensagens : 166
Data de inscrição : 31/08/2014

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por SKY1968 em Ter Abr 12, 2016 7:19 pm

victor andrade escreveu:Esse livro é muito bom.


Vou danuma olhada em alguma resenha...Me interessompelo tema: um cara sozinho e outro planeta pode dar um livro e tanto mesmo.


_________________

My-left-eye...
Always-looking-for-something-under-the-hazy-sky...

Conteúdo patrocinado

Re: Livros(Tópico-Oficial)

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Qui Jun 29, 2017 4:08 am