ALIMENTE SEU CONHECIMENTO - FÓRUM DE INFORMAÇÕES E NOTÍCIAS RELACIONADAS A ALIMENTOS E SEUS FABRICANTES


Por que se teme a sexta-feira 13?

Compartilhe
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Mazikamno em Seg Dez 08, 2014 3:10 pm

Tandra escreveu:Seu não fosse tivesse em um relacionamento com borg eu iria ficar muita puta com esse joguinho todo dele de nos fazer esperar por respostas, aguça nossa curiosidade e depois não responder...mas, como sou noiva desse "peste" eu o perdoo rsrsrsrs.

Agora falando sério... ta rolando cú nessa parada maçônica ai, só acho!

Já assistiu aquele filme: "De olhos bem fechados" ? Viu aquelas reuniões?

Fica tranquila Tandra que aquilo do filme, é o que rola na Maçonaria, servindo para sempre manter acesa a chama do casamento, hehe Razz

Mas falando um pouco mais sério, tópico de maçonaria, em regra, sempre acaba em zoação, não tem outro jeito, isso porque o assunto dificilmente será diferente de aulas de história, filosofia e religião(exegese) e estas ainda de modo superficial. Os que não são maçons levantam hipóteses, os maçons se divertem com elas, até que o outro lado resolve se divertir também, zoando.

Por isso fiz o questionamento lá atrás do porquê. Mas não adianta, no fim virou via de regra e as zoações estão aí novamente-dos dois lados, hehehe

Daqui a pouco postam aquela piada dos gurizinhos que jogavam bola do lado da Loja maçônica... tacá-lhe pau. kkkkkkkkkkk
avatar
victor andrade

Mensagens : 352
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por victor andrade em Seg Dez 08, 2014 8:35 pm

Borg sumiu!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Tandra em Seg Dez 08, 2014 10:02 pm

victor andrade escreveu:Borg sumiu!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

hehehehehe ele esta agora exatamente na instrução de maçonaria, só chega mais tarde.


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Borg em Qui Dez 11, 2014 9:35 pm

Já estou pronto para a sabatina dos profanos, pois meu primeiro desafio na ordem foi superado com êxito !!

Agora a porra ficou séria, kd as perguntas da galera ????

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
avatar
Crixus

Mensagens : 335
Data de inscrição : 13/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Crixus em Sex Dez 12, 2014 11:25 am

Para começar pode ir respondendo a pergunta do Mazikamno.
avatar
Laerte

Mensagens : 257
Data de inscrição : 11/10/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Laerte em Sex Dez 12, 2014 12:26 pm

Borg sei que muita coisa é mantido o mistério até por que o ritual é algo interno e secular, mas, me responda só uma coisa, há níveis de maçons? tipo primeiro grau, segundo grau, ou algo nesse sentindo? ou são todos iguais se você tem um dia ou 10 anos de maçonaria vc é perante a maçonaria do mesmo nível?
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Borg em Sex Dez 12, 2014 2:38 pm

Mazikamno escreveu:
Mas falando um pouco mais sério, tópico de maçonaria, em regra, sempre acaba em zoação, não tem outro jeito, isso porque o assunto dificilmente será diferente de aulas de história, filosofia e religião(exegese) e estas ainda de modo superficial. Os que não são maçons levantam hipóteses, os maçons se divertem com elas, até que o outro lado resolve se divertir também, zoando.


Daqui a pouco postam aquela piada dos gurizinhos que jogavam bola do lado da Loja maçônica... tacá-lhe pau. kkkkkkkkkkk

A Maçonaria não foi a primeira e tampouco é a única sociedade secreta nos tempos atuais. Isso é mais comum do que se imagina. Nas classes mais abastadas existem círculos de influência onde pessoas de notório poder se associam a outras pessoas de mesmo quilate material para tratar de assuntos de mesmo interesse (poder, $$$, sexo sem restrições) e estes grupos possuem suas regras de aceitação e convivência, muito mais rígidas e restritas do que as regras de aceitação da Maçonaria... porque nestes grupos a atividade destinada é, na melhor das hipóteses, caso de contravenção... e na pior... xilindró.

Todo concluio de homens poderosos vai ter sempre os mesmos assuntos em pauta: Mulheres para prazer sem limites, oportunidades para ganhos vultuosos e indicações para obtenção de mais poder perante as autoridades e órgãos de fiscalização.  Esse tipo de assunto simplesmente não existe e nem existirá na Maçonaria. Por isso, a situação fantasiosa daquele filme com Tom Cruzes e Nicole... rola direto em tudo quanto é lugar, mas não tem nada a ver com a Ordem Maçônica, pq a Maçonaria Preza a Família acima de tudo, inclusive acima da própria Maçonaria. Posso até dizer com certa segurança que, nestes círculos de poder, é comum haver bacanais envolvendo drogas alucinógenas, animais, pessoas portadoras de necessidades especiais e outras bizarrices complicadas de conversar aqui.. sem falar de apostas ilegais, jogos de azar, etc... Há uns 5 anos atrás a polícia estourou uma casa de jogos no Alto da boa vista, aqui no RJ, onde funcionava uma série de atividades para abastados, com prostituição de menores (beeem menores), rinhas com galos e cães até a morte e outras coisas que pessoas ricas e pervertidas fazem às escuras. A coisa era tão bem montada que nenhum participante ia de carro, pois existia uma companhia de táxi feita para levar e trazer os associados e as mulheres para o abate coletivo com a maior discrição possível. Os caras tinham uma cooperativa de táxi pra putaria deles, pqp.... é muita vontade de jogar $$$ no ralo...

Quanto à piada... disseram que quem foi pegar a bola que caiu dentro da loja foi o Poseidon, KKKKKKKKKKKKK
avatar
victor andrade

Mensagens : 352
Data de inscrição : 02/10/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por victor andrade em Sex Dez 12, 2014 4:59 pm

e a final de contas qual é meta maçônica?
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Borg em Sex Dez 12, 2014 6:57 pm

A meta Maçônica atual é a mesma de séculos atrás: Buscar o aperfeiçoamento moral, trabalhar as virtudes e praticar o amor ao próximo. Essa é a primeira resposta que recebemos quando entramos, e é a que faz a maioria desistir de ser Maçom... Pq essas pessoas não entendem como um objetivo tão simples e previsível pode ser cercado de tanto mistério e segredo... todo mundo entra achando que existe algo extremamente valioso lá dentro... o que estas pessoas não entendem é que o bem extremamente valioso está no íntimo de cada irmão da loja e a doutrina Maçônica faz estas pessoas descobrirem isso da melhor maneira possível: Praticando.

De 2013 pra cá passei uma enorme transformação interna e isso foi apenas o começo.... Quem me conheceu antes de 2013 sabe do que estou falando.... e não pretendo parar.

Uma coisa legal que a Maçonaria nos ensina é o valor da história antiga. Ela nos mostra como ações e atitudes tomadas no início das civilizações possuem força até hoje, como algumas linhas de raciocínio permanecem imutáveis, como processos rudimentares de tecnologia valem até hoje e não foram suplantados por nenhuma alternativa mais moderna... A gente aprende sobre o antigo Egito e suas pirâmides, aprende sobre a filosofia da Grécia antiga, discute Pitágoras, Platão e Akhenaton, debate coisas a respeito do início da era cristã e de antes dela... e sempre traça um paralelo comparativo aos dias de hoje.. pra quem gosta de cultura, de estudar e de entender a matriz das coisas.. a Maçonaria é algo indescritível...
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Mazikamno em Sex Dez 12, 2014 8:33 pm

Antes de eu começar com as perguntas que realmente me interessam,  Very Happy  e que dificilmente serão respondidas, hehe, quero dizer algumas coisas sobre a meta maçônica.

Esta meta maçônica não era o que eu queria saber. Essa meta maçônica, eu já imaginava que era assim, e apesar de ser uma meta genérica, com discurso que pode ser usado por qualquer religião, eu entendo perfeitamente o que você quis dizer Borg, vai muito além de simples palavras, eu sei disso.

Porém mesmo eu sabendo que a meta é essa, sei também que leis do universo colocam tudo para girar, e algumas vezes a meta pode ser uma, mas o resultado pode ser outro pela própria cegueira dos irmãos. Será que continuam no caminho certo. Então, além de compreender esta meta eu a respeito, mas isso só se os maçons também assim fizerem.

Sinceramente eu sei que algumas pessoas são da maçonaria, tenho certeza absoluta disso, e a partir disso eu analiso determinadas circunstâncias e parece que tem coisa errada, a meta se foi faz tempo, caíram no círculo, nas leis do girar.

Por exemplo(não leve como verdade é só um exemplo): baseado no texto da maçonaria, de trocentos anos atrás, suponhamos que um maçom no caminho da iniciação tenha que fazer três viagens. Está lá escrito que tem que viajar. Então o maçom pega aquilo ao pé da letra e vai visitar o Egito, Jerusalém e Paris e o que deveria ser uma experiência, talvez de dificuldade, uma experiência de vida, vira numa curtição. Entende como isso poderia ser prejudicial? Mas não deve haver este tipo de erro, certo Borg?

Mas enfim, deixando isso de lado, o que eu queria mesmo saber e tinha haver com meta, era o seguinte:
Por que falar de um tema que não se pode explorá-lo completamente, e que em determinado momento pode chegar na estagnação? Qual é o objetivo disso, qual foi a orientação? Qual é a meta a ser atingida, ao se cutucar a curiosidade do povo? Qual é a meta disso? Nisso que me referia.

Sobre as perguntas que você não pode responder vou começar com 3:

Vocês maçons acreditam em maldição? Como fala o texto inicial deste tópico.
Se eu começar entoar determinada palavra, seguindo a pronuncia correta, há algum poder nisso, desconhecido para o povão?
Existem rituais na maçonaria?
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Poseidon em Sex Dez 12, 2014 10:54 pm

Entendo o posicionamento do Borg e entendo o questionamento do Mazikamno, claro que não é bom você atiçar a curiosidade alheia e não responder nada, ou ficar fazendo joguinho. Por outro lado, acho valido mesmo que não seja 100% que alguém venha dar as caras, a maioria simplesmente não fala nada. Acho que o Borg tentou trazer um tema bacana para cá, e não é so por que ele sendo maçom fez isso que deva ou responder tudo ou nem tocar no assunto, não tem que ser 8 ou 80, e entendo que dentro da margem que lhe é dado ele esta tentando falar sobre o assunto. Nós sabemos que certas coisas não serão respondidas, que certas coisas só serão entendidas se você virar um maçom, mas, a curiosidade vai existir o tempo todo, principalmente quando se fala "isso eu não posso responder" mas, nós ja sabemos disso, inclusive, pergutando ja esperando essa resposta hehehehe..

E sobre o fato dos atos dos maçons, acho que se criou um campo de força envolta da maçonaria e dos maçons, maçom também erra, também faz cagada, também briga com a esposa, também comete traição, se maçom não errasse nunca não se teria maçons sendo expulsos (não sei se é assim que se fala) da maçonaria, maçonaria é como qualquer outra instituição, você tem que seguir aquelas regras, se não segue.. cai fora..

Não se deve endeusar os maçons eles são como nós, vai ter maçom corrupto, vai ter maçom isso, vai ter maçom aquilo, isso é natural, é do ser humano.


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Borg em Sab Dez 13, 2014 12:05 am

Mazikammo, vamos lá...

Maçons não levam as coisas ao pé da letra, porque entre a instrução e o aprendiz, existe um mestre, um padrinho, um irmão... que o ajuda na correta elucidação da instrução, respeitando o modo de pensar de cada um. No exemplo que vc coloca de 3 viagens, o aprendiz vai saber em loja o que aquelas 3 viagens significam, ele não vai em momento algum escolher o tipo de viagem que ele acha ser melhor, ele vai seguir a viagem que lhe foi determinada e irá obedecer sem questionar porque ele é um aprendiz, ainda não é capaz de pensar sozinho sobre os mistérios da ordem. Se ele entrar numa de agir da maneira que deseja, certamente em algum momento ele irá se desviar do caminho e talvez nunca mais volte.

Com relação às suas 3 perguntas...

Maldição é coisa do mundo que vivemos, os Maçons não acreditam em maldição porque eles agem embasados em virtudes que são desenvolvidas nas sessões. Quem vive para praticar a caridade não lida com maldição em seu dia-a-dia. Jacques DeMolay era um sacerdote templário em uma época onde todos acreditavam em deuses e demònios, em inferno e purgatório, por isso amaldiçoar pessoas naquela época era como ofender de maneira comum.

Palavras tem força, mas a fé por trás delas é que promove transformações. Palavras e números são a base da comunicação e da evolução da humanidade.

Na Maçonaria tudo segue uma ritualística, porque sua natureza é tradicionalista, nós preservamos o modo como as coisas eram feitas. Quando vc está perante reis e governantes, vc segue uma ritualística que atualmente chamam de protocolo, pq o termo ritual é visto de maneira negativa na parcela menos culta da população... é como o termo medíocre, que significa mediano mas que todo mundo entende como algo muito ruim....

Pra finalizar as suas dúvidas do seu post:

"Por que falar de um tema que não se pode explorá-lo completamente, e que em determinado momento pode chegar na estagnação? Qual é o objetivo disso, qual foi a orientação? Qual é a meta a ser atingida, ao se cutucar a curiosidade do povo? Qual é a meta disso? Nisso que me referia."

Isso você precisa perguntar aos que desejam saber... Porque a Maçonaria existe para os Maçons, e qualquer um pode se tornar um Maçom, basta ele ter dentro de si a vontade de evoluir como indivíduo. A Maçonaria não instiga ninguém, ela é que sofre esta instigação de pessoas que não aceitam a existência de um grupo de indivíduos que acreditam em valores que as demais pessoas fizeram questão de deixar cair no ostracismo. Se um Maçom nada fala, ele vira objeto de revolta... se ele resolve falar algo, ele é confundido com um piadista que está tirando sarro com a cara dos outros... estas pessoas que não conseguem entender um pensamento alheio com motivações diferentes das suas...  são as pessoas que adoram criticar a Maçonaria, seus costumes e tradições.

Quando uma pessoa descobre que existe um grupo de estudos ou de atividades fechado ao público e permitido a apenas alguns, caso ele fique curioso para saber o que existe lá dentro, ele pode seguir 3 caminhos:

1- Ele pode perguntar com todas as pessoas de lá para tentar obter algo que lhe dê alguma luz em sua dúvida;
2- Ele pode procurar saber como ele pode entrar, e caso lhe digam que para isso é necessário promover algumas mudanças em seu comportamento, ele irá tentar fazer isso da maneira indicada;
3- Ele pode juntar pessoas e fomentar discórdia e caos suficiente para que alguém venha lhe dar o que tanto busca.

Apenas 3% das pessoas escolhem a opção 2. Sendo assim é de se esperar que as pessoas tenham uma opinião negativa a respeito do tradicionalismo da Maçonaria, pois 97% da população não aceita a hipótese de promover mudanças interiores para poder pleitear seu ingresso na instituição.
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Borg em Sab Dez 13, 2014 12:06 am

Poseidon escreveu:Entendo o posicionamento do Borg e entendo o questionamento do Mazikamno, claro que não é bom você atiçar a curiosidade alheia e não responder nada, ou ficar fazendo joguinho. Por outro lado, acho valido mesmo que não seja 100%  que alguém venha dar as caras, a maioria simplesmente não fala nada. Acho que o Borg tentou trazer um tema bacana para cá, e não é so por que  ele sendo maçom fez isso que deva ou responder tudo ou nem tocar no assunto, não tem que ser 8 ou 80, e entendo que dentro da margem que lhe é dado ele esta tentando falar sobre o assunto. Nós sabemos que certas coisas não serão respondidas, que certas coisas só serão entendidas se você virar um maçom, mas, a curiosidade vai existir o tempo todo, principalmente quando se fala "isso eu não posso responder" mas, nós ja sabemos disso, inclusive, pergutando ja esperando essa resposta hehehehe..

E sobre o fato dos atos dos maçons, acho que se criou um campo de força envolta da maçonaria e dos maçons, maçom também erra, também faz cagada, também briga com a esposa, também comete traição, se maçom não errasse nunca não se teria maçons sendo expulsos (não sei se é assim que se fala) da maçonaria, maçonaria é como qualquer outra instituição, você tem que seguir aquelas regras, se não segue.. cai fora..

Não se deve endeusar os maçons eles são como nós, vai ter maçom corrupto, vai ter maçom isso, vai ter maçom aquilo, isso é natural, é do ser humano.

Muito bom o seu post.

avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Mazikamno em Sab Dez 13, 2014 9:28 am

Poseidon escreveu:Entendo o posicionamento do Borg e entendo o questionamento do Mazikamno, claro que não é bom você atiçar a curiosidade alheia e não responder nada, ou ficar fazendo joguinho. Por outro lado, acho valido mesmo que não seja 100%  que alguém venha dar as caras, a maioria simplesmente não fala nada. Acho que o Borg tentou trazer um tema bacana para cá, e não é so por que  ele sendo maçom fez isso que deva ou responder tudo ou nem tocar no assunto, não tem que ser 8 ou 80, e entendo que dentro da margem que lhe é dado ele esta tentando falar sobre o assunto. Nós sabemos que certas coisas não serão respondidas, que certas coisas só serão entendidas se você virar um maçom, mas, a curiosidade vai existir o tempo todo, principalmente quando se fala "isso eu não posso responder" mas, nós ja sabemos disso, inclusive, pergutando ja esperando essa resposta hehehehe..

E sobre o fato dos atos dos maçons, acho que se criou um campo de força envolta da maçonaria e dos maçons, maçom também erra, também faz cagada, também briga com a esposa, também comete traição, se maçom não errasse nunca não se teria maçons sendo expulsos (não sei se é assim que se fala) da maçonaria, maçonaria é como qualquer outra instituição, você tem que seguir aquelas regras, se não segue.. cai fora..

Não se deve endeusar os maçons eles são como nós, vai ter maçom corrupto, vai ter maçom isso, vai ter maçom aquilo, isso é natural, é do ser humano.

Concordo com você Poseidon, mas concordo em partes.
A atitude do Borg é interessante, positiva e válida, mas como você falou, não vamos endeusar.

O meu raciocínio é simples, o tópico foi criado por um maçom indicando assuntos sobre a maçonaria, ninguém levantou este assunto antes do próprio maçom que é o Borg.

Diante disso, me veio o questionamento. Por que o próprio maçom cria um tópico, para falar de um assunto que ele não pode falar abertamente? Convenhamos, o que é secreto tenderá e permanecerá secreto e o que não é secreto, está aí para quem quiser saber nos livros de história, filosofia e religião, poderia ser abordado de outra forma, sem meter a maçonaria no meio. Mas houve a opção, por isso a minha dúvida sobre o qual seria o objetivo.

O discurso não secreto será encontrado facilmente e dependendo do assunto até em igreja de pastor semi-analfabeto tu vai ouvir. Se você perguntar a um evangélico a meta, eles vão dizer exatamente a mesma coisa, é tudo lindo, evoluir, amor ao próximo, etc. Se seguem, isso já é outro papo, mas esse é o discurso e todos pensam que estão indo em direção a meta.

Então se você começar com questionamentos de dúvida eles irão dizer que "eu preciso conhecer Jesus, a força de Jesus, sem conhecer Jesus nunca saberá". Aí tu questiona a igreja ou a falcatrua do pastor, então eles respondem a mesma coisa que você disse, que gente ruim tem em todo lugar, não é culpa deles ou da igreja, a culpa é do gente ruim. Concorda comigo que existe essa semelhança?

Então, minha intenção não é recriminar, e espero não passar essa imagem. Eu respeito tanto o discurso aberto dos maçons, assim como respeito o discurso dos evangélicos(só os uso como exemplos, pois estes sim são são vistos com outros olhos, hehe), só que quando se conversa sobre um assunto, inevitavelmente perguntas surgem e quando estas perguntas vão de encontro a algo delicado, parece que estamos com tochas na mão. O que não é o meu caso.
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Poseidon em Sab Dez 13, 2014 10:18 am

Mazikamno escreveu:

Concordo com você Poseidon, mas concordo em partes.
A atitude do Borg é interessante, positiva e válida, mas como você falou, não vamos endeusar.

O meu raciocínio é simples, o tópico foi criado por um maçom indicando assuntos sobre a maçonaria, ninguém levantou este assunto antes do próprio maçom que é o Borg.

Diante disso, me veio o questionamento. Por que o próprio maçom cria um tópico, para falar de um assunto que ele não pode falar abertamente? Convenhamos, o que é secreto tenderá e permanecerá secreto e o que não é secreto, está aí para quem quiser saber nos livros de história, filosofia e religião, poderia ser abordado de outra forma, sem meter a maçonaria no meio. Mas houve a opção, por isso a minha dúvida sobre o qual seria o objetivo.

O discurso não secreto será encontrado facilmente e dependendo do assunto até em igreja de pastor semi-analfabeto tu vai ouvir. Se você perguntar a um evangélico a meta, eles vão dizer exatamente a mesma coisa, é tudo lindo, evoluir, amor ao próximo, etc. Se seguem, isso já é outro papo, mas esse é o discurso e todos pensam que estão indo em direção a meta.

Então se você começar com questionamentos de dúvida eles irão dizer que "eu preciso conhecer Jesus, a força de Jesus, sem conhecer Jesus nunca saberá". Aí tu questiona a igreja ou a falcatrua do pastor, então eles respondem a mesma coisa que você disse, que gente ruim tem em todo lugar, não é culpa deles ou da igreja, a culpa é do gente ruim. Concorda comigo que existe essa semelhança?

Então, minha intenção não é recriminar, e espero não passar essa imagem. Eu respeito tanto o discurso aberto dos maçons, assim como respeito o discurso dos evangélicos(só os uso como exemplos, pois estes sim são são vistos com outros olhos, hehe), só que quando se conversa sobre um assunto, inevitavelmente perguntas surgem e quando estas perguntas vão de encontro a algo delicado, parece que estamos com tochas na mão. O que não é o meu caso.

Entendo perfeitamente vc, mas, tb não concordo com tudo. Eu penso assim: esse negócio de que maçom deve falar tudo ou é melhor não falar nada é pensamento de quem na verdade não esta querendo entender ou debater o assunto, é pensamento de quem esta querendo as respostas todas mastigadas. Não estou falando diretamente de você, estou falando de um modo geral, por que a maioria das pessoas pensam assim. Maçom não pode falar da maçonaria, negro não pode falar de negro, gay não pode falar gay e por ai vai. Dada as devidas proporções é como se a Nasa fosse impedida/criticada por não falar abertamente sobre OVINIS, é como se fosse criticada por que as vezes toca no assunto, mas, não fala tudo o que sabe sobre o tema.

Eu acho que um pouco de radicalismo esse tipo de pensamento, “ou vc fala tudo ou é melhor vc nem conversar sobre isso!” ou seja, borg vc é maçom a partir de hoje vc está impedido de falar qualquer coisa sobre o tema, sob pena de você ser criticado por que não poder dar a resposta que todos querem ouvir... lembrando que nesse caso você deve ficar ciente que se vc não tocar no assunto, principalmente quando estiver rolando esse assunto vc também será criticado por se sentir superior, por se sentir a última "bolacha do pacote maçom" que sabe tudo e não fala nada com nós reles mortais.

Agora pelo que entendi desse tópico, na verdade não foi ele quem começou o assunto. O tema do tópico é sobre sexta feira 13 e sobre os cavaleiros templários, nós é quem começamos a puxar o tema da maçonaria.

Eu vejo a vida de um jeito muito simples, quer falar? pode falar? ótimo, estarei aqui, vou ler, ouvir, prestar atenção, aprender, discordar, criticar, debater. Não quer falar? não pode falar? beleza. Paciência. E isso não rola só com maçons não, vá na igreja católica e pergunte coisas mais, digamos, polêmicas sobre o passado da igreja, eles simplesmente vão se fazer de desentindos.

Penso assim, posso estar completamente errado, mas, penso desse jeito.


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Poseidon em Sab Dez 13, 2014 10:30 am

Ahh e antes que pensem que estou afim de ficar com o borg kkkkkkk só vou deixar claro que não estou defendendo o borg ou a maçonaria, estou defendendo apenas o  meu ponto de vista sobre a liberdade de expressão e o meu respeito sobre as instuições e suas regras.


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Mazikamno em Sab Dez 13, 2014 11:00 am

Borg escreveu:Mazikammo, vamos lá...

Maçons não levam as coisas ao pé da letra, porque entre a instrução e o aprendiz, existe um mestre, um padrinho, um irmão... que o ajuda na correta elucidação da instrução, respeitando o modo de pensar de cada um. No exemplo que vc coloca de 3 viagens, o aprendiz vai saber em loja o que aquelas 3 viagens significam, ele não vai em momento algum escolher o tipo de viagem que ele acha ser melhor, ele vai seguir a viagem que lhe foi determinada e irá obedecer sem questionar porque ele é um aprendiz, ainda não é capaz de pensar sozinho sobre os mistérios da ordem. Se ele entrar numa de agir da maneira que deseja, certamente em algum momento ele irá se desviar do caminho e talvez nunca mais volte.

Com relação às suas 3 perguntas...

Maldição é coisa do mundo que vivemos, os Maçons não acreditam em maldição porque eles agem embasados em virtudes que são desenvolvidas nas sessões. Quem vive para praticar a caridade não lida com maldição em seu dia-a-dia. Jacques DeMolay era um sacerdote templário em uma época onde todos acreditavam em deuses e demònios, em inferno e purgatório, por isso amaldiçoar pessoas naquela época era como ofender de maneira comum.

Palavras tem força, mas a fé por trás delas é que promove transformações. Palavras e números são a base da comunicação e da evolução da humanidade.

Na Maçonaria tudo segue uma ritualística, porque sua natureza é tradicionalista, nós preservamos o modo como as coisas eram feitas. Quando vc está perante reis e governantes, vc segue uma ritualística que atualmente chamam de protocolo, pq o termo ritual é visto de maneira negativa na parcela menos culta da população... é como o termo medíocre, que significa mediano mas que todo mundo entende como algo muito ruim....

Pra finalizar as suas dúvidas do seu post:

"Por que falar de um tema que não se pode explorá-lo completamente, e que em determinado momento pode chegar na estagnação? Qual é o objetivo disso, qual foi a orientação? Qual é a meta a ser atingida, ao se cutucar a curiosidade do povo? Qual é a meta disso? Nisso que me referia."

Isso você precisa perguntar aos que desejam saber... Porque a Maçonaria existe para os Maçons, e qualquer um pode se tornar um Maçom, basta ele ter dentro de si a vontade de evoluir como indivíduo. A Maçonaria não instiga ninguém, ela é que sofre esta instigação de pessoas que não aceitam a existência de um grupo de indivíduos que acreditam em valores que as demais pessoas fizeram questão de deixar cair no ostracismo. Se um Maçom nada fala, ele vira objeto de revolta... se ele resolve falar algo, ele é confundido com um piadista que está tirando sarro com a cara dos outros... estas pessoas que não conseguem entender um pensamento alheio com motivações diferentes das suas...  são as pessoas que adoram criticar a Maçonaria, seus costumes e tradições.

Quando uma pessoa descobre que existe um grupo de estudos ou de atividades fechado ao público e permitido a apenas alguns, caso ele fique curioso para saber o que existe lá dentro, ele pode seguir 3 caminhos:

1- Ele pode perguntar com todas as pessoas de lá para tentar obter algo que lhe dê alguma luz em sua dúvida;
2- Ele pode procurar saber como ele pode entrar, e caso lhe digam que para isso é necessário promover algumas mudanças em seu comportamento, ele irá tentar fazer isso da maneira indicada;
3- Ele pode juntar pessoas e fomentar discórdia e caos suficiente para que alguém venha lhe dar o que tanto busca.

Apenas 3% das pessoas escolhem a opção 2. Sendo assim é de se esperar que as pessoas tenham uma opinião negativa a respeito do tradicionalismo da Maçonaria, pois 97% da população não aceita a hipótese de promover mudanças interiores para poder pleitear seu ingresso na instituição.

Sobre o exemplo das três viagens, não necessariamente eu quis dizer que o aprendiz iria decidir, meu exemplo foi para questionar, se pode ou não haver erro, até mesmo do mestre. Então, repetindo, digamos que num texto de trocentos anos atrás, esteja escrito que o maçom deverá fazer 3 viagens. Lendo aquele texto, o mestre ou a autoridade máxima que doutrina, diz que o iniciado deve ir para o Cairo, Jerusalém e Paris.

Só que aí poderia haver um erro, porque não seria para onde vai, mas sim como vai. Trocentos anos atrás eles iriam de a pé ou a cavalo, e o principal, penando em algum deserto e talvez muita coisa seria acrescentada no desenvolvimento do homem durante o percurso. Hoje seria mais válido o chefe mandar o cidadão ir a pé ou a cavalo do Rio a São Paulo, do que visitar as cidades históricas como se algo realmente agregasse. Para mim seria um erro essa má interpretação. Isso não existe lá certo?

Sobre as 3 perguntas:

A maldição: Independente da época que foi, será mesmo que era uma simples ofensa? Para mim aquelas palavras estavam carregadas de força, fé e quem as ouviu também levou a sério, por isso deu certo. A maldição surtiu efeito, não tem como negar imensa coincidência. Neste caso se concluiria que existe maldição e que seria possível acreditar nela. Mas entendo que os maçons não "trabalham" com ela.

As palavras: Eu penso que essa questão das palavras é muito mais importante do que isso, porém respeito a visão simples que a maçonaria dá, colocando tudo na conta da fé. Eu, por outro lado, vejo como um dos pilares para a evolução do homem, se fosse apenas questão de fé, eu poderia pegar uma palavra qualquer, ter fé e entoar, mas não penso assim. Ainda estou na busca pelas palavras secretas e falando diariamente algumas determinadas.

Os rituais: é verdade, concordo com você que a palavra ritual tem um peso negativo. Mas eu não ligo para isso, o que me deixa intrigado mesmo, é se estes rituais surtem algum efeito no homem. Eles surtem alguma coisa no emocional, na evolução ou é só protocolar mesmo. Todos os rituais são protocolares? Não tem nenhum ritual em que o resultado seja realmente objetivo. Por exemplo, sei que você já falou, que não tem ritual de sangue, mas se houvesse, com certeza este seria um ritual com resultados objetivos. Com eu também falei, em várias religiões eles mencionam isso sem medo de ser feliz. Então, estes rituais são só protocolares ou em alguns deles existe realmente uma razão objetiva de ser. Eu penso que os protocolares, até podem ajudar no desenvolvimento, porém a densidade e frequência que o irmão deve se encontrar para sentir, é algo absurdo.

E sobre a finalização do seu post, de uma maneira indireta e direta, hehe, você quis fazer o chapéu servir para mim. Isso porque praticamente pegou o que eu comentei para a Tandra sobre a zoação nestes tópicos de maçonaria e finalizou dizendo que pessoas assim não conseguem entender o pensamento alheio, ou como pessoa que adora criticar a maçonaria, etc.

Mas é como eu falei para o Poseidon, o tópico foi criado por você, um maçom, ninguém estava revoltado com o maçom como você diz, até porque já é difícil identificar os maçons quem dirá se revoltar contra eles. E eu nem sabia que você era maçom. Está história de revolta vem do seu próprio julgamento que você tem das outras pessoas, pensando que elas pensam assim.

Na minha cabeça os maçons vivem muito tranquilos na sociedade, estão longe de ser evidência, exatamente pelo lado secreto que envolve. Diferente de quem realmente paga o pato e é massacrado, como os evangélicos e religiosos comuns por aí, estes sim são perseguidos. Se um padre transa, caem matando, isso porque todo mundo sabe que o cara é padre e que este deveria seguir isso ou aquilo. Agora maçom ninguém conhece, muito menos é evidência, ninguém fala, "olha lá o grão-mestre, foi preso por sonegação fiscal, que vergonha, blá-blá-blá". A maçonaria não dá abertura para este tipo de julgamento, muito menos revolta.

Voltando ao que eu falei para o Poseidon, o tópico foi criado por um maçom, e é natural na conversa, que questionamentos surjam, como surgiram os meus, e eles são de raciocínio simples como já escrevi:

Por que o próprio maçom cria um tópico, para falar de um assunto que ele não pode falar abertamente? Convenhamos, o que é secreto tenderá e permanecerá secreto e o que não é secreto, está aí para quem quiser saber nos livros de história, filosofia e religião, poderia ser abordado de outra forma, sem meter a maçonaria no meio. Mas houve a opção, por isso a minha dúvida sobre o qual seria o objetivo.

Como estes questionamentos muitas vezes podem bater de frente com temas delicados. E como a escrita é complicada às vezes lemos determinada coisa, e pensamos que o outro está com uma tocha na mão e um tridente na outra. Não foi o meu caso Borg. Meus questionamentos são desprovidos de revolta, e de qualquer sentimento.

Por fim, valeu mesmo Borg, obrigado por responder e por exercer sua paciência, se não houver alguém do contra nunca saberemos em que pé estamos nesse caminho da evolução não é mesmo? hehe Muito interessante suas respostas por favor continue e desculpe qualquer coisa.








avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Tandra em Sab Dez 13, 2014 11:09 am

Olha eu penso assim pensamentos divergentes vão existir sempre e felizmente eles existem, pensa um fórum de debate que em que todos tivessem o mesmo pensamento, o mesmo posicionamento e concordasse com tudo que outro postasse?! ia ser muito chato hehe, por isso acho o posicionamento do Mazi valido, nao tem que pedir desculpas mazikamno, ao me ver vc so expôs sua opinião. Ainda zoou aqui no tópico, enfim. Ninguém é obrigado a concordar com ninguém, mas, todas são devem respeitar o pensamento alheio.

Agora pondo a minha opnião na parada. Concordo tanto com o mazi e com o poseidon. Eu vivo "brigando" com o borg por que ele não me conta o que rola la ou conta pelas metades rsrs mas, fazer o que paciência.


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Borg em Sab Dez 13, 2014 11:25 am

Mazikamno escreveu:

Concordo com você Poseidon, mas concordo em partes.
A atitude do Borg é interessante, positiva e válida, mas como você falou, não vamos endeusar.

O meu raciocínio é simples, o tópico foi criado por um maçom indicando assuntos sobre a maçonaria, ninguém levantou este assunto antes do próprio maçom que é o Borg.

Diante disso, me veio o questionamento. Por que o próprio maçom cria um tópico, para falar de um assunto que ele não pode falar abertamente? Convenhamos, o que é secreto tenderá e permanecerá secreto e o que não é secreto, está aí para quem quiser saber nos livros de história, filosofia e religião, poderia ser abordado de outra forma, sem meter a maçonaria no meio. Mas houve a opção, por isso a minha dúvida sobre o qual seria o objetivo.

O discurso não secreto será encontrado facilmente e dependendo do assunto até em igreja de pastor semi-analfabeto tu vai ouvir. Se você perguntar a um evangélico a meta, eles vão dizer exatamente a mesma coisa, é tudo lindo, evoluir, amor ao próximo, etc. Se seguem, isso já é outro papo, mas esse é o discurso e todos pensam que estão indo em direção a meta.

Então se você começar com questionamentos de dúvida eles irão dizer que "eu preciso conhecer Jesus, a força de Jesus, sem conhecer Jesus nunca saberá". Aí tu questiona a igreja ou a falcatrua do pastor, então eles respondem a mesma coisa que você disse, que gente ruim tem em todo lugar, não é culpa deles ou da igreja, a culpa é do gente ruim. Concorda comigo que existe essa semelhança?

Então, minha intenção não é recriminar, e espero não passar essa imagem. Eu respeito tanto o discurso aberto dos maçons, assim como respeito o discurso dos evangélicos(só os uso como exemplos, pois estes sim são são vistos com outros olhos, hehe), só que quando se conversa sobre um assunto, inevitavelmente perguntas surgem e quando estas perguntas vão de encontro a algo delicado, parece que estamos com tochas na mão. O que não é o meu caso.

Cara... eu não "indiquei" assuntos sobre Maçonaria. Eu quis explicar o  motivo das pessoas temerem a sexta-feira 13. Eu poderia ter criado outro tópico qualquer, podia ter criado um tópico sobre a origem da continência militar, por exemplo... ou qualquer outra coisa. Eu tinha lido sobre o tema, achei legal e quis compartilhar, só isso. Não foi meu intuito instigar ninguém pro lado da Maçonaria, mas eu de fato acredito que as pessoas já possuem evolução suficiente para conversar de modo racional, entendendo que é melhor conversar sobre o que pode ser conversado do que simplesmente não ter conversa alguma, mantendo as pessoas que não possuem este conhecimento trancafiadas na ignorância que as deixa raivosas e revoltadas quando o assunto é Maçonaria.

Mazi, percebo pelo teor de seu post uma certa agressividade em cima dos Maçons, como se tivessem lhe retirado algo que estava querendo ter... me desculpe, mas se eu soubesse que esse tipo de coisa lhe causa reações dessa natureza, nunca teria me colocado aqui para responder o que houvesse condição de ser respondido.  De fato, essa postura de "ou fale tudo ou não fale nada" não condiz com a postura de quem deseja agregar conhecimento, mas sim de quem parece querer resolver alguma coisa que lhe incomoda. Não era pra ter esse tipo desfecho, sinceramente falando...

De fato, acho que grande parte é culpa minha, porque na Maçonaria a gente se acostuma a debater visando absorver conhecimento, entendendo que tudo vem à seu tempo, que a ansiedade e o destempero influenciam negativamente na troca de idéias... A gente aprende uma coisa enquanto aprendiz e nos graus superiores recebe a mesma explicação só que muito mais complexa, muito mais recheada de informações, pq o tempo agrega conhecimento... e como a gente faz muito disso dentro da loja, acaba trazendo pro mundo exterior este costume de saber lidar com o que se recebe, respeitando a importância do tempo no processo... e as pessoas do mundo exterior não sabem naturalmente lidar com isso, pois aqui as coisas ocorrem de modo diferente.

Para que as pessoas de fora possam satisfazer a sua curiosidade a respeito do que rola dentro da Maçonaria, o melhor modo de resolver isso é entrando para a Ordem. Não é difícil ser convidado, o difícil é se preparar para receber o convite. Alguns nasceram preparados e nunca se tocaram disso, outros acham que nasceram preparados mas nunca chegaram perto disso, infelizmente... a Maçonaria sutilmente dá a informação aos interessados, sobre o que desenvolver dentro de si para se tornar apto a entrar... mas ninguém dá a devida importância, pois nego só quer saber de dinheiro, poder, impunidade, e acham que a Maçonaria é cheia disso.

Tandra, seu problema é que você não consegue perceber o quanto que já aprendeu sobre Maçonaria e ainda não teve a habilidade de se tocar a respeito... Assim como as demais pessoas que se chateiam com a discrição da Ordem, vc não consegue ver o que está debaixo do teu queixo, preferindo querer procurar o que está apenas em sua imaginação. Eu já te contei muito a respeito, pena que você não consegue perceber os detalhes, as entrelinhas... Mas tenho fé que vc vai ser a cunhada mais fodástica daquela loja, eheheheh.... só precisa mudar o seu modo de percepção.

farao farao farao
avatar
Laerte

Mensagens : 257
Data de inscrição : 11/10/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Laerte em Sab Dez 13, 2014 11:44 am

Percebo ânimos alterados nesse tópico... Vamos ficar light pessoal...

Borg vc pode responder minha pergunta? não é nada demais é sobre como são graus na maçonaria.
avatar
Tandra
Admin

Mensagens : 529
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 27

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Tandra em Sab Dez 13, 2014 12:24 pm

Borg escreveu: Tandra, seu problema é que você não consegue perceber o quanto que já aprendeu sobre Maçonaria e ainda não teve a habilidade de se tocar a respeito... Assim como as demais pessoas que se chateiam com a discrição da Ordem, vc não consegue ver o que está debaixo do teu queixo, preferindo querer procurar o que está apenas em sua imaginação. Eu já te contei muito a respeito, pena que você não consegue perceber os detalhes, as entrelinhas... Mas tenho fé que vc vai ser a cunhada mais fodástica daquela loja, eheheheh.... só precisa mudar o seu modo de percepção.

farao farao farao

talvez eu esteja naquela porcentagem que quer tudo mastigado kkkkkkkkkkk, mas, concordo que aprendi bastante sobre a maçonaria depois que começamos a namorar, e algumas coisas até tento aplicar no nosso relacionamento, principalmente no que tange a família. Mas, acho que, bem que vc poderia contar mais coisas. kkkkkkkkkkk. Enfim as vezes eu pego muito no seu pé, mas, sei e entendo que certas coisas não só irão ficar apenas entre vocês.


_________________
Dalla Riva Consultoria de alimentos. Nossas Soluções em consultoria.
Acesse: www.dallariva.com.br 
avatar
Mazikamno

Mensagens : 232
Data de inscrição : 23/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Mazikamno em Sab Dez 13, 2014 12:46 pm

Poseidon escreveu:
Entendo perfeitamente vc, mas, tb não concordo com tudo.  Eu penso assim: esse negócio de que maçom deve falar tudo ou é melhor não falar nada é pensamento de quem na verdade não esta querendo entender ou debater o assunto, é pensamento de quem esta querendo as respostas todas mastigadas. Não estou falando diretamente de você, estou falando de um modo geral, por que a maioria das pessoas pensam assim. Maçom não pode falar da maçonaria, negro não pode falar de negro, gay não pode falar gay e por ai vai. Dada as devidas proporções é como se a Nasa fosse impedida/criticada por não falar abertamente sobre OVINIS, é como se fosse criticada por que as vezes toca no assunto, mas, não fala tudo o que sabe sobre o tema.

Eu acho que um pouco de radicalismo esse tipo de pensamento, “ou vc fala tudo ou é melhor vc nem conversar sobre isso!” ou seja, borg vc é maçom a partir de hoje vc está impedido de falar qualquer coisa sobre  o tema, sob pena de você ser criticado por que não poder dar a resposta que todos querem ouvir... lembrando que nesse caso você deve ficar ciente que se vc não tocar no assunto, principalmente quando estiver rolando esse assunto vc também será criticado por se sentir superior, por se sentir a última "bolacha do pacote maçom"  que sabe tudo e não fala nada com nós reles mortais.

Agora pelo que entendi desse tópico, na verdade não foi ele quem começou o assunto. O tema do tópico é sobre sexta feira 13 e sobre os cavaleiros templários, nós é quem começamos a puxar o tema da maçonaria.

Eu vejo a vida de um jeito muito simples, quer falar? pode falar? ótimo, estarei aqui, vou ler, ouvir, prestar atenção, aprender, discordar, criticar, debater. Não quer falar? não pode falar? beleza. Paciência. E isso não rola só com maçons não, vá na igreja católica e pergunte coisas mais, digamos, polêmicas sobre o passado da igreja, eles simplesmente vão se fazer de desentindos.

Penso assim, posso estar completamente errado, mas, penso desse jeito.

Tu diz que não fala de mim, mas obviamente seu raciocínio partiu de meus questionamentos. Porém realmente, essa história de que "ou responde tudo ou não responde nada" eu não concordo e em nenhum momento eu disse isso. Eu sempre deixei bem claro, que ele pode responder o que ele quiser. Se não quiser responder, não responda. Está bem claro isso.  

Fiz apenas um questionamento do porquê e se havia alguma meta maçônica. E isso é perfeitamente normal dentro de uma conversa. Volto a afirmar meus questionamentos são desprovidos de raiva, foi uma pergunta inocente. Se tem alguma raiva isso é de vocês.

Seria como se eu perguntasse, pessoal quanto é 2+2. E ao invés de me darem uma resposta objetiva, começam a fantasiar sobre o que passa na minha cabeça: "2+2, o que você está querendo fazer com o 4 hein? Percebo ódio nesse seu coração, agora não podemos mais falar de matemática".

Eu perguntei por que falar e se tinha alguma meta.

A resposta poderia ser clara, eu falo porque eu quero ou então eu falo porque estou sentindo a necessidade de interagir sobre o assunto e ver o que vocês pensam. A meta é que com isso eu tenho uma visão melhor do que rodeia e sempre aprendo, até mesmo exercito meu amor ao próximo. Várias poderiam ser as respostas.

Mas não, ao invés de lerem as perguntas de forma simples e imparcial, e responderem da mesma maneira, preferem ler com a pior das hipóteses, como se eu estivesse querendo condenar, criticar, morrendo de raiva, dizendo o que deve ou não fazer, ser o dono do mundo. Em nenhum momento eu disse isso, isso veio de vocês mesmos. E não entendo como é que podem pensar isso de mim, qual o motivo que eu dei pra isso? Nenhum! Ninguém aqui me conhece para achar que meus questionamentos tem determinada intenção. Estranho mesmo!

Minha intenção era conversar, eu converso assim com perguntas, respostas e análises. Não converso querendo condenar. Questiono. Nem em um tribunal, onde se deve condenar, as perguntas são feitas condenando. Quando o advogado pergunta: Você matou fulano? Ele não está afirmando ou condenando, ele está perguntando e perguntar é isso? É simples

Quer responder, responde, se não quer segue o barco. Não preciso ofender ninguém e também não me sinto ofendido, até porque quando leio as respostas penso que estamos conversando na boa até que vejo que não e o negócio está descambando para um lado totalmente diferente. Onde quem deve responder já começa a se defender, vai entender.
avatar
Poseidon

Mensagens : 325
Data de inscrição : 19/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Poseidon em Sab Dez 13, 2014 12:56 pm

Mazikamno, eu também estou tendo um debate livre de qualquer provocação, raiva ou algo no sentindo, então se por ventura me fiz enteder assim, peço que me desculpe, também estou tentando trazer pontos divergentes aqui para podermos ter um debate com um nível um pouco mais alto. Eu respeito sei posicionamento e talvez eu o tenha interpretado errado quando você questionou sobre ele vir aqui e não responder ou não responder como queremos.

Agora eu te pergunto, numa boa, qual o seu real posicionamento sobre a maçonaria? veja bem, não falo do borg, não falo dos maçons, falo na instituição maçônica.


_________________
O riso é a última fronteira
avatar
Borg
Admin

Mensagens : 770
Data de inscrição : 08/08/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Borg em Sab Dez 13, 2014 1:13 pm

Laerte escreveu:Percebo ânimos alterados nesse tópico... Vamos ficar light  pessoal...

Borg vc pode responder minha pergunta? não é nada demais é sobre como são graus na maçonaria.

Acredite se quiser, eu tinha respondido, ficou legal... só que eu esqueci de enviar, deixei tudo na tela e quando tive que reiniciar o micro da empresa por causa da rede, percebi tarde demais que estava tudo lá... Putz, na hora dá um desânimo ter que escrever tudo de novo, KKKKKKK

MAs, vamos lá...

Basicamente existem 3 níveis. Aprendiz, Companheiro e Mestre. O Neófito entra como aprendiz, sabe de nada o inocente, ehehehe... fica em "modo esponja" nos primeiros meses e se esforça pra compreender o que é visto nos rituais, fazendo em casa os deveres que são passados. Quando ele coloca à prova os conhecimentos que recebeu (sim, existem provas a respeito e muito do que se pergunta não tem em livro, é baseado no que rola na sessão, por isso o cara que falta as sessões não consegue se desenvolver) e uma vez aprovado ele se torna companheiro. Depois algo do tipo, só que beeem mais complicado rola e se ele passar, se torna Mestre.  A partir deste momento ele começa uma viagem de conhecimento que só vai parar quando ele partir desta para melhor. Muita gente está ciente de outros graus na Maçonaria, mas estes graus são filosóficos, apenas distinguem o grau de conhecimento absorvido por um mestre, não concede nenhuma diferenciação... até pq na Maçonaria somos todos iguais. Na minha família é comum que os Maçons desenvolvam os graus filosóficos... Bisavô, Avô, Pai... todos eles chegaram ao grau máximo, mas eles são iguais aos Mestres que não enveredaram pela filosofia. Eu sinceramente não sei se vou fazer isso, pq não sei como vai estar a minha vida até lá...

Entre os Maçons, embora a igualdade predomine, é comum dizermos que o Aprendiz é o irmão mais importante... porque ele é o futuro da loja, dele sairão os esforços para a evolução do grupo, perpetuando o processo de crescimento e de compartilhamento de conhecimento... Enquanto aprendiz, pude ver o carinho e zêlo como alguns me tratavam, mas tb pude ver que outros me davam as piores tarefas e enigmas pra resolver, pois no entendimento deles eu "Nasci Maçom" antes dos demais, talvez pelo fato de eles acharem que eu devo ter crescido dentro de um ambiente onde a doutrina Maçônica fortalecia a educação e a família. Infelizmente, eles não podiam estar mais errados, mas me jogaram às feras assim mesmo, felizmente eu consegui prevalecer, embora às vezes eu voltasse pra casa fervendo de raiva, eheheheh... tudo é aprendizado, especialmente as coisas ruins.

O princípio da igualdade entre os irmãos apenas reforça o também princípio de fraternidade entre eles. Uma vez reconhecidos, irmãos Maçons se tratam com um grau de amizade e confiança que não se vê no mundo real, até pq o mundo real favorece a desconfiança, os pensamentos ruins, a intolerância e os vícios.
avatar
morpheus

Mensagens : 276
Data de inscrição : 29/09/2014

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por morpheus em Sab Dez 13, 2014 1:18 pm

Borg e sobre o fato de dizerem que a bandeira de MG é inspirado na maçonaria isso procede?

Conteúdo patrocinado

Re: Por que se teme a sexta-feira 13?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


    Data/hora atual: Sab Jul 22, 2017 1:50 pm